Devido a inúmeros pedidos, abrimos ao público as inscrições para o curso avançado de preparação de motores, direcionado a aqueles que já têm boa formação, experiência e bagagem técnica na mecânica de motores convencional.

Nesse curso, abordamos as principais técnicas e procedimentos envolvidos nos processos de modificação de motores com o objetivo de ganhos em torque e rotação (potência). Seja para uso em rua, circuito ou arrancada, nossos métodos têm como diferencial uma técnica refinada e variada, que permite ao aluno aplicá-las em motores de diferentes marcas, modelos e configurações. Com parâmetros conhecidos e definidos (cilindrada, eficiência volumétrica, torque, potência, faixa útil de rotação e muitos outros), as características do projeto são elaboradas de acordo com a realidade específica de cada caso. Combinando corretamente as modificações aos parâmetros físicos do motor e ao objetivo de rendimento, o profissional não fica amarrado a “receitas” ou “boatos” e assim pode trabalhar com qualquer tipo de motor modificado, possibilitando adquirir as peças e equipamentos corretos em cada caso, com grande sucesso. Além disso, jamais deixa de considerar fatores adicionais importantes, como a qualidade no funcionamento, coerência com a situação de utilização, orçamento disponível, existência de regulamento técnico, e etc.

Veja a seguir um breve resumo do conteúdo do curso de preparação de motores Tecnomec:

Fundamentos de configuração, materiais e geometria:

Nessa fase inicial do curso de preparação de motores, abordamos os fundamentos indispensáveis para iniciar corretamente o projeto de um motor modificado. Envolve desde os cálculos básicos, como velocidade média do pistão e potência específica, até a definição do objetivo de torque/rotação para cada aplicação específica do propulsor. Também estudamos as características dos metais e suas ligas, e dos processos de fabricação envolvidos nas principais peças mecânicas do motor, tanto de originais como especiais aftermarket (“forjados”). Aplicamos também diversos procedimentos de cálculo, verificação e medição necessários para realizar corretamente as inúmeras alterações de geometria possíveis em uma preparação de motor, como curso de virabrequim, diâmetro de pistão, cilindrada, taxa de compressão*, squish e outros. Passamos também pelos principais procedimentos necessários para se verificar, corrigir e preparar corretamente blocos e cabeçotes para uso específico em competição.

*inclui o uso da bureta.

Comando de válvulas e agregados

Enquadramento simples, diagramação (normal e avançada) e análise de perfil.

Nessa fase do curso abordaremos os eventos de válvulas e suas influências sobre o funcionamento do motor, a utilização do disco de grau e a “leitura” básica do comando de válvulas, obtendo os dados primários do comando de válvulas, como as durações efetivas, o lobecenter, o overlap e etc. Porém, após esse momento fundamental, avançamos muito em nosso estudo, e realizamos análises avançadas dos cames do comando, produzindo gráficos detalhados e completos de cada perfil, extraindo e revelando assim informações valiosas sobre o design e a usinagem de cada comando, como as características das rampas e flancos, as folgas de trabalho efetivas, as importantes áreas de levante/fluxo, a velocidade e a aceleração do trem de válvulas, o efeito dos balancins no movimento das válvulas e muitas outras. Tudo isso pode ser realizado com ferramentas simples e acessíveis, porém exige muita técnica e dedicação. É uma das partes mais surpreendentes do curso, pois mostra um lado quase que “secreto” dos comandos de válvulas.

Dinâmica dos fluidos, testes e preparação de cabeçotes e outros componentes de fluxo.

Aqui abordamos primeiramente alguns princípios fundamentais envolvidos no escoamento dos fluidos, os fenômenos mais importantes e comportamentos mais comuns dos eventos de fluxo. Após, vamos até os testes práticos na bancada de fluxo, incluindo os padrões e correções mais utilizados. O aluno vai conhecer  também os principais métodos de análise e modificação de dutos de admissão e escape, realizando inclusive a confecção de moldes tridimensionais e a medição da área transversal efetiva ao longo do duto. Com isso, pode obter a velocidade dos gases no duto e modificá-lo especificamente para adequá-lo ao motor e a faixa de rpm que pretende trabalhar. Também estudamos a fundo os tão importantes assentos das válvulas, suas influências e os cortes multi-ângulos. O aluno também vai ver que além do cabeçote, qualquer componente de escoamento pode e deve ser testado e melhorado em relação ao fluxo, como coletores de admissão, TBI´s, carburadores, coletores de escapamento, abafadores, intercoolers e etc. Além disso, tratamos o dimensionamento coerente do sistema completo de admissão e escape do motor; os fenômenos de pressão existentes nos sistemas e suas influências; como evitar as principais perdas e maximizar os ganhos, etc.

Sistemas de alimentação de combustível

Dimensionamento e testes

Aqui abordamos as técnicas mais importantes envolvidas no dimensionamento do sistema de alimentação de combustível de um motor modificado, desde a bomba elétrica até os bicos injetores.  Aplicamos procedimentos simples e eficientes, para primeiro projetar, calculando, e depois medindo em bancada a vazão efetiva e o bom funcionamento dos componentes (tanto isolados como o sistema completo), garantindo o acerto antes da montagem. Além disso, veremos como aperfeiçoar a vazão dos diversos componentes que distribuem o combustível, como niples e conexões, reguladores de pressão de combustível (dosadores) e outros. Também passamos por algumas questões importantes, como o uso de bicos suplementares e suas particularidades, a aplicação de duas bancadas de injetores, etc.

Cálculo e dimensionamento de compressores

Nessa fase do curso, o aluno vai aprender como definir a massa de ar escoada pelo motor, e assim dimensionar corretamente o compressor ideal utilizando os mapas de fluxo. Com essas técnicas, eliminam-se as estimativas ou “receitas” de turbos e afins. Com alguns cálculos e técnicas simples, mostramos como selecionar o compressor correto para a faixa de cilindrada, potência e rotação desejada do motor. O aluno vai compreender a importância de controlar o fenômeno adiabático, a fim de garantir a potência plena que o conjunto motor pode oferecer. Conhecerá as principais técnicas para uso e dimensionamento de intercoolers, watercoolers, ice-coolers, pressurizações e muito mais. Além disso, aprenderá os cálculos mais importantes para o correto dimensionamento na aplicação de compressores mecânicos tipo “Roots”(blower), “Lysholm”(supercharger)  e centrífugos (turbo por correia).

Conclusão: Prática individual no dinamômetro em calibração de potência.

Na conclusão do curso, cada aluno ganha uma sessão particular de 1 (uma) hora de duração no dinamômetro da Tecnomec, incluindo a consultoria do tutor dos cursos e diretor da Tecnomec, Tiago Jorge. Assim, cada aluno tem apoio prático individual garantido na finalização do seu projeto (seja o primeiro ou não), além de poder tirar suas dúvidas e usufruir plenamente do uso do nosso equipamento (considerado um dos melhores do Brasil atualmente) no acerto e medição do seu motor modificado. A hora tem a validade de um ano a partir da emissão do voucher (pessoal e intransferível).

Horário e preços:

  • Valores para o segundo semestre de 2017 (inscrições encerradas)
  • Terá início em 25/07/2017 com aulas às 3ªs e 5ªs feiras, das 20:00 às 22:30 horas.
  • Mensalidade R$ 428. Taxa de matrícula R$ 146
  • Veja as características do certificado que fornecemos

Inscrições:

Para informações sobre inscrições entre em contato através do e-mail cursos@tecnomec.com.br. Caso prefira, use o telefone (11) 5594-0877 em horário comercial. Falar com Tiago.